31 de mai de 2008

Amores e Tragédias

Assim como existe uma linha tênue entre o amor e o ódio, a sanidade e a loucura, também existe um fio de cabelo que separa a paz da tragédia.

No dia 12 de maio houve um grande terremoto na China, que matou milhares de pessoas. Na hora do tremor de terra, alguns casais faziam fotos em uma igreja abandonada perto da cidade de Bailu. Era uma antiga igreja missionária francesa, que apesar de estar desativada, servia de cenário para álbuns de casamento de esperançosos casais.



A igreja ficou completamente destruída e um casal foi soterrado. O surpreendente é que ambos foram achados vivos e relativamente bem, dias depois. Foi um desastre que uniu os dois e os fez renascer para continuar cultivando o amor.

Mas ironicamente nem tudo nessa vida é sobrevivência, há também histórias de amor que não dão certo por inúmeros motivos e pequenas tragédias. Então aqui vai uma simpática e singela música em homenagem a todos os ex-namorados que já provocaram catástrofes no planeta de alguém:



Catástrofe
(Suely Mesquita e Mathilda Kóvak)

Que um tornado te arraste
Que um furacão te destrua
Que um tufão te devaste
Que um terremoto te reduza a escombros
Darei de ombros

Que uma enchente te afogue
Que um maremoto te dizime
Que um incêndio te consuma
Quero que você suma

Porque você foi uma catástrofe
No meu planeta
Um desastre na minha superfície
Uma nuvem preta

Mas, sinceramente, eu sou um edifício
reconstituído ninguém vai me derrubar
Tô segura, protegida

Que uma bomba te espere
Que o bicho te pegue
E te coma
Que você se desintegre
E entre em coma

Que um gigante te amasse
Que um tubarão te devore
Que uma multidão te pise
Que sobre você desabe uma marquise

30 de mai de 2008

Anúncios surreais do McDonald's da Suécia



A cafeína pode ser considerada uma droga, já que é uma substância que provoca alterações em nosso cérebro.

E esses comerciais são uma prova disso.

29 de mai de 2008

O Paradoxo da Parada Gay



A Parada do Orgulho GLBT de São Paulo começou em 1996, mas chamou a atenção do mundo a partir de 2004, quando passou a ser oficialmente a maior do planeta. Sempre exaltando a diversidade e pedindo o fim do preconceito, o evento se transformou de pequena manifestação política em mega-evento turístico. Tudo regado a um divertido humor colorido, que aos poucos foi chamando atenção de cada vez mais simpatizantes das mais variadas preferências sexuais.

Com o passar dos anos a festa foi virando um carnaval fora de época misturado com rave, que passou a atrair cada vez mais gente, de todo tipo: casais variados, velhos, crianças, andróginos, cachorros, curiosos, jovens cheios de hormônios, meninas que beijam meninas por modinha... Era a variedade costumeira de uma metrópole gigantesca como São Paulo reunida em uma região durante um dia inteiro. E com cada vez mais gente, o foco da parada foi mudando um pouco. Porque começou a ir muita gente que não estava nem aí para reinvidicações políticas e sim a fim de beijar todo mundo, encher a cara e cair na farra.

A popularidade do evento cresceu exponencialmente e o número de problemas acompanhou esse ritmo. Furtos, brigas, excessos de toda sorte, intoxicações, reclamações sobre a frequência do envento. Heterossexuais reclamando de carícias exageradas em público e de pessoas semi-nuas pelas ruas e homossexuais dizendo que o evento estava sendo invadido por heteros e por pessoas cada vez mais "feias". Realmente, a fama da festa quebrou barreiras, atraindo desde gringos altos e loiros até moradores das mais diversas periferias desacostumados a grandes "festas de arromba". Alguns homossexuais dizem que muitos heteros vão só pra zoar além de não se comprometerem com as causas e que isso tudo queima o filme do evento.

Nesse ano, mais incidentes, mais roubos, mais "gente pobre e feia", mais comas alcóolicos e mais rejeição mútua em algumas camadas do público da parada. A Polícia Militar decidiu não fazer a contagem oficial de participantes, o que levou o Guiness Book a retirar a Parada Gay de São Paulo do topo do ranking das maiores do mundo. A antes desejada aceitação de todas as camadas da sociedade fugiu um pouco de controle em meio a comportamentos clichês de todas as partes, sob o som dos mesmos hinos gay de sempre ou dos repetitivos psy trance, e a Parada perdeu um pouco seu brilho.

Já tem gente querendo que ela diminua um pouco de tamanho e até quem seja a favor de restringir a parada apenas aos Gays, Lésbicas, Bissexuais e Trangêneros, como diz a sigla (GLBT).

Mas restringir a frequência da parada não é ir contra a tal diversidade tão desejada desde o início?

28 de mai de 2008

Gente Louca e Assombrada

Que gente louca é muito difícil de aguentar, todo mundo sabe. As insistentes são piores ainda! Amy Winehouse, por exemplo... quantas notícias aparecem a todo momento com novidades cada vez mais escabrosas sobre sua vida pessoal?

E o pior é que a figura é talentosa! Tem uma puta voz e é uma das melhores artistas que apareceram no Pop nos últimos anos. Pena que ela leva os exageros ao extremo nas confusões em que se mete.

Dessa vez ela abandonou por uns tempos o flat onde mora no norte de Londres e foi morar em um hotel. Ela disse que existe um fantasma assombrando seu lar e tentando machucá-la. A doida jogou a culpa no espírito (que segundo ela se chama Henry) por alguns arranhões que apareceram em seu braço recentemente.



Mas já não é de hoje que Amy Winehouse pratica automutilação. Ela machuca a si mesma há alguns anos, se cortando em várias partes do corpo, como no braço. Já faz um tempo, escreveu com um caco de vidro na própria barriga uma declaração de amor ao marido.

Além disso, todo mundo sabe que ela abusa de drogas pesadas, como cocaína, ecstasy, Valium, e até mesmo crack. Vídeos dela no YouTube usando essas substâncias ou falando sobre, existem aos montes.

Botar a culpa em fantasmas é fácil!

Daqui a pouco a moça que foi pega dirigindo pela contramão em plena 23 de maio pode alegar que foi culpa do Gasparzinho. A bancária formada em Psicologia (!) quase provocou acidentes graves durante a crise de alucinações causada por seu transtorno bipolar. Ela foi perseguida por viaturas da polícia e ao ser presa, disse ter visto imagens de policiais mortos perto dos que tentavam detê-la. Tentou quebrar os vidros da viatura com os pés e mordeu um soldado antes de ser internada.

Apesar de ter problemas mentais diagnosticados há pelo menos 2 anos, a bonita moça de 27 havia parado de tomar o remedinho ultimamente.

O que é melhor fazer?

Tomar drogas, como a Amy Winehouse faz com vontade; ou deixar de tomar como fez a bancária bipolar?

O DVD foi pro espaço?



A NASA divulgou hoje uma imagem da sonda Phoenix, que pousou com sucesso em solo marciano para realizar pesquisas.

Além de diversos medidores, sensores e aparelhos modernos, a sonda levou para o espaço um DVD contendo 'mensagens a futuros exploradores de Marte', histórias de ficção científica e uma lista com nomes de milhares de terráqueos.

Não seria mais lógico enviar um disco de Blu-Ray, que apesar de não ter colado ainda é mais moderno, ao invés do ultrapassado DVD?

Será que possíveis ET's que encontrem o artefato humano terão tocadores dessas mídias?

E na Santa Ifigênia, será que dá pra comprar uma sonda dessas, "balatinha"?

Eram os Deuses Agricultores Argentinos?

No melhor estilo "Sinais" ou capa do disco "Remasters" do Led Zeppelin, o produtor rural argentino Gonzalo Rodríguez fez um interessante protesto contra a política agrícola do governo Cristina Kirchner.

Desenhou o rosto da presidente da Argentina em uma plantação de soja:



Isso comprova que seres muito menos inteligentes dos que o escritor Erich von Däniken insinuou no livro "Eram os Deuses Astronautas?" são capazes de desenhar formas complexas em plantações para serem vistas do céu.

Já imaginou o rosto do Lula numa plantação de cana?

27 de mai de 2008

José Wilker pode ser um ex-contínuo...

...mas não aguenta desaforo!

Nessa épica cena do filme "Bonitinha, Mas Ordinária" (já conheceu alguém assim?), ele participa de uma reunião na casa do sogro rico e pedante. O pai de sua futura esposa o interroga de maneira agressiva e preconceituosa querendo saber seu histórico profissional.

No início, vemos um hilário acuamento imposto pelo sogrão, que humilha o ex-contínuo (ou office-boy), repetindo de maneira obsessiva que ele não passava de um "contínuo... CONTÍNUO!... CONTÍNUO!!!"

Entre bordões sensacionais, vemos no meio da cena uma cômica atuação da esposa submissa, incluindo uma levantada robótica, uma encarada sem sentido em José Wilker, uma caminhada sem timming, uma parada mal feita no ponto marcado e uma saída inexpressiva.

E para finalizar, fogos de artifício e rojões de 12 tiros, quando finalmente deixam José Wilker dizer o que estava preso em sua garganta. É o povo dando o troco na elite dominante! É a Luta de Classes à lá Nelson Rodrigues! É poesia bruta! Assista até o fim:

Depois do fim da CPMF, vem aí a CSS

A contribuição PROVISÓRIA sobre movimentação financeira (CPMF) foi extinta.

Mas o governo está querendo criar um novo imposto para substituir o anterior.

Alegando que não há mais recursos suficientes para manter a saúde no Brasil após a o fim da CPMF, eles propõem agora a CSS (Contribuição Social da Saúde).

Você se lembra quando a CPMF garfava uma graninha da sua conta, todo mês no extrato? A Saúde Pública no Brasil não era outra coisa? Nem dengue tinha! Ah, você sabe que o Brasil sempre aplica muito bem o dinheiro dos impostos, né?

Entre muitas aberrações criadas por aqui, sou muito mais esse CSS:

26 de mai de 2008

Maradona X Pelé em Cannes

No Festival de Cannes desse ano, rolou a apresentação ao mundo do filme "Blindness", adaptação de "Ensaio Sobre a Cegueira", de José Saramago realizada por Fernando Meirelles. A brasileira Sandra Corveloni ganhou o prêmio de melhor atriz por sua atuação em "Linha de Passe", filme de Walter Salles e Daniela Thomas.

Mas não foram somente os brasileiros que tiveram espaço. Um certo argentino doidão foi homenageado pelo diretor sérvio Emir Kusturica, com o filme "Maradona by Kusturica" e foi lá conferir a apresentação de seu documentário, que não entrou na competição.

E da França, o argentino trocou farpas com seu eterno maior rival: Pelé, que afirmou recentemente que Maradona não sabia cabecear bem, nem chutar com o pé direito. Além disso, Pelé criticou possíveis doppings do "Mão de Deus" em disputas oficiais.

Maradona rebateu dizendo que se não fosse seu vício por cocaína, ele teria chegado ainda mais longe em sua carreira, superando Edson Arantes.

"Pelé não ficaria nem em segundo lugar. Não haveria segundo lugar", disparou.

Tudo bem que, como já dizia Romário, o "Pelé de boca fechada é um poeta" e nosso rei do futebol já não é de hoje tem atitudes pouco elogiáveis em diversos momentos de sua vida pública, como esse:



Mas o Maradona também nunca foi flor que se cheire.

Nesse clima "relax", "light" e amistoso, Maradona caiu na balada para comemorar o lançamento do filme que conta sua história com ninguém menos que... Mike Tyson! Com essa tranquila duplinha, imagine até que horas durou a noitada!

25 de mai de 2008

24 de mai de 2008

Intercâmbio na Europa? Que tal Áustria?

Amigos que já moraram por um tempo em outro país, dividindo teto com simpáticos (às vezes nem tanto) casais, costumam dizer que viveram uma das melhores experiências de suas vidas. Afinal, não é maravilhoso aprender outro idioma vivendo e respirando no 1º mundo, limpo, cheiroso, eficiente, seguro, superior, charmoso e ainda poder ganhar uns trocados em moeda forte?

Tudo bem que tem o lado ruim que inclui lavar louça, limpar bumbum de nenê e explicar que aqui macacos não atacam nossas crianças na hora do recreio. Ou será que atacam?

Mas e se fosse para fazer um intercâmbio na Áustria?



Depois dos recentes escândalos que foram descobertos nesse calmo e pacífico país?

Teve o caso da Natascha Kampusch, que foi sequestrada e mantida por 8 anos trancada em um porão. Teve uma mãe que manteve as três filhas presas em uma casa imunda por 7 anos. E o Josef Fritzl, odioso senhor que manteve em um porão sem janelas sua própria filha por 24 anos, com quem teve 7 filhos/netos. Mais recentemente, na mesma Áustria, um homem matou a filha, os próprios pais e o sogro com um machado.

Isso é o que foi descoberto até agora. Será que há mais casos parecidos escondidos por lá? O fato é que até o governo austríaco está preocupado com a imagem do país no resto do mundo.

E você? Encararia um intercâmbio na Áustria? Ficaria tranquilo com um membro da sua família indo morar por lá em uma casa com porão?

22 de mai de 2008

Caralho de asa!

Gary Kasparov, o super campeão de xadrez russo que perdeu para um computador, está aposentado e hoje faz militância política, principalmente contra o duradouro governo de Vladimir Putin.

Ele estava fazendo um discurso em Moscou, quando foi surpreendido por um vibrador em formato de pinto com hélices, que invadiu o espaço aéreo do local e sobrevoou as cabeças do pessoal por alguns instantes até receber uma cortada de vôlei de um segurança.

Veja a cena aqui:



Eu sempre achei a expressão "caralho de asa" uma ótima forma superlativa de descrever uma situação terrível, muito além do "tamo fudido!". Ela é ótima para ser usada quando realmente não restam muitas esperanças e não há muito o que ser feito a não ser fugir. É muito pior do que uma chuva de canivetes, um nível acima do desespero dos personagens do filme Pássaros de Alfred Hitchcock.

O Kasparov viveu uma sensação parecida?

O Lima Duarte sim. Nessa antológica cena do filme "Os Sete Gatinhos", que não estava na obra original de Nelson Rodrigues, ele percebe um monte de caralhinhos voadores desenhados na parede do banheiro e pergunta furioso quem fez aquilo:



Se você estiver interessado em saber "quem foi que desenhou caralhinhos voadores na parede do banheiro", a resposta está aqui.

Vi lá na:
Luiz Pareto

Beija logo e não enche o saco!

Já não é de hoje que autores de novelas com personagens homossexuais ameaçam levar ao ar, para chocar toda a família brasileira, a primeira cena de um beijo gay em um folhetim nacional.

Perdi a conta de quantas novelas a Globo já anunciou com alarde mostrar o que já faz um tempo vemos em qualquer lugar e é aceito (acertadamente) com cada vez mais naturalidade. Por exemplo nessa foto em 3D clicada pelo fotógrafo Dudu Tresca no bar Ibotirama na Rua Augusta, podemos ver um beijo entre dois caras em meio à diversidade costumeira da famosa rua paulistana.

O galã Rodrigo Santoro já beijou outro marmanjo, contracenando com Gero Camilo no filme Carandiru:



Agora a evangélica Record, quem diria, também está com esse papinho chato. E novamente anúncios sobre o tal beijo que vai "fazer história" na TV brasileira aparecem nos jornais, revistas e sites. Por que ainda falam tanto nisso como se fosse a coisa mais extraordinária do mundo? A socidade é machista e preconceituosa e até hoje as emissoras ironicamente deram pra trás e acabaram desistindo de mostrar o que anunciaram.

Então vamos fazer o seguinte: mostrem logo essa porcaria desse beijo ou parem de encher o saco dos heteros, homos e indecisos com essa eterna mania de ameaçar mostrar o que todo mundo já viu na TV, cinema, na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê!

18 de mai de 2008

Como diria Faustão: "Concertos Para a Juventude"

Barulho alto de motor é uma coisa que realmente me tira do sério.

Aqueles contínuos e muitas vezes inevitáveis, como por exemplo tratores e britadeiras numa obra são terríveis, claro, mas me aterrorizam ainda mais aqueles que acontecem de repente, num volume crescente e invasor.

A obra um dia passa e os outros barulhos fazem isso ser um problema. Eles passam. Em alguns lugares passam muitas vezes. E passam muitos.

São aquelas pessoinhas lindas de Deus, que adoram passar acelerando suas motos potentes fazendo barulho suficiente para deixar alguém surdo por alguns instantes. São barulhos evitáveis, na maioria das vezes ampliados por alterações feitas nos escapamentos ou motores para criar mais desarmonia no maior raio de alcance possível.

Você pode estar na sua casa; no seu trabalho; tomando água de coco num parque; ou saboreando uma cerveja numa simpática mesinha de bar ao ar livre; ou dentro do túnel Ayrton Senna, que tal? Caminho para a bem frequentada região da Vila Olímpia com 1 km de concha acústica dedicado a amplicar ruídos. E debaixo da terra!

É uma sensação que pega no tímpano, passa pelo pescoço, saltando as veias e chega até os rins, numa pontada só. Daí para se espalhar por todos os nervos e chegar ao cérebro como um trio elétrico de Sindicato em dia de greve é questão de uma fração de segundo.

Qual a finalidade desse tipo de atitude? Avisar que chegou? Chamar fêmeas de cérebros inférteis para o acasalamento? Provocar medo? Compensar certas impotências com os cavalos de potência do motor? Pedir atenção desesperadamente? Freud explica?

Como alguém pode achar legal a sensação de ficar sentado em cima de uma fonte de caos sonoro? Talvez aqui, você encontre bons motivos para tal feito. Com o apoio de mais de 13 mil pessoas.

Deve ser por isso que muitos andam em bando, o que potencializa o horror auditivo. Com as mesmas caras, as mesmas poses e os mesmos trejeitos, eles aceleram em conjunto trazendo no esquema "delivery" um pouquinho do Apocalipse para dentro de nossas caixas cranianas.

Eu me pergunto: eles não escutam? Claro que escutam. E gostam. E como ouvem o tempo todo, se acostumam. Já diria Faustão, são "concertos para a juventude". E cada juventude ouve o show que merece. Nesse caso, seria melhor um conserto dos escapamentos furados para a humanidade.

Comportamentos invasivos pra cá... respostas primitivas à altura pra lá... eu sempre tive uma vontade simbólica de fazer algo parecido com isso nesses momentos:



Não apóio a violência. De maneira nenhuma, é só no sentido figurado. Mas a expressão de satisfação da moça reflete bem a delícia que é voltar a ouvir os passarinhos depois de tão singela solução.

Um arpão deve proporcionar um resultado satisfatório também.

17 de mai de 2008

Escândalos sexuais existem em todos locais

Lendo a coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo, fiquei sabendo que os preços cobrados pela travesti Andréia Albertine subiram depois do escândalo envolvendo Ronaldo.



Agora ela não cobra mais R$ 100,00 a hora.

Se quiser ter momentos de prazer com uma "mulher dos anos dois mil; com bunda, peito e piu-piu", o sujeito deverá desembolsar R$ 300,00.

Procurando apenas sexo oral? Antes custava R$ 30,00... o preço médio de um CD, que o pessoal baixa de graça nos dias de hoje. Após a inflação provocada pela fama, o serviço fica por R$ 100,00.

Assim como aconteceu com a recente empolgação no Mercado Financeiro, com o tal Grau de Investimento que o Brasil atingiu, parece que o envolvimento num escândalo com um jogador famoso supervalorizou o "passe" da travesti.

Será que tem gente que agora vai querer se esbaldar com a traveca, que tem porte para ser zagueiro de qualquer time do "Desafio ao Galo", só para provar do que o ídolo fenomenal provou (ou não, segundo ele)?

Andréia Albertine afirma que quando clientes a reconhecem, pedem autógrafo e tiram fotos com ela. Minha nossa! Imagina a cena: "Ei... você é aquela mina do escândalo com o Fenômeno? Quê?! Você é travesti? Bem que eu tinha sentido algo estranho no escuro! Bom, mas faz uma foto comigo? Vou colocar no meu álbum do orkut! A galera precisa ficar sabendo dessa!"

Completando a lista de bizarrices sexuais da semana, fiquei sabendo que na biografia autorizada de Paulo Coelho (a ser lançada em junho) haverá destaque para aventuras do escritor como quando ele passou a noite em um cemitério na companhia da namorada ou quando transou com uma garota na frente da tia da moça, que era muda e paralítica.

Já não bastava ter sido eleito membro da Academia Brasileira de Letras?

Para finalizar, fiquei sabendo hoje que um simpático tiozão do meu bairro, que todo mundo achava super legal, está preso por ter praticado pedofilia.

Deus me livre. Tenho medo de todos esses pervertidos.

Vou ouvir Jackson Five.

16 de mai de 2008

Little Richard - Jenny, Jenny (Tião Macalé cantou essa?)

Tony Lacerda, respeitado cineasta/bóia-fria que trabalhou em filmes como "O Último Samuel", "The Gravekeeper" e "O Palhaço do Inferno 3" me mandou uma mensagem sugerindo ter descoberto qual música o Tião Macalé canta no vídeo do post abaixo.

Segundo ele, seria a música "Jenny, Jenny" gravada em 1956 pelo Grande Little Richard.

Ouça aqui:



Tudo bem, aparentemente é até meio óbvio que é essa música mesmo... mas... será que podemos ter certeza? A instabilidade imprevisível de Tião Macalé permite afirmar categoricamente que é essa música? O elemento surpresa, a feijoada de referências, algumas vezes inconscientes que giram na interpretação desse mestre, não podem nos confundir?

Pode ter sido uma junção de várias canções... ou uma composição própria remixada? É a música mesmo, só que numa versão-inspiração-licensa-poética? Ou uma outra música que não sabemos ainda?

Não sei... a vida é cheia de dúvidas, por enquanto vou ficar com essa.

O que você acha? Diz aí...

Didi e Dedé são "antiquados"

Segundo a Veja On Line: Renato Aragão teria procurado Dedé Santana para articular uma possível volta da dupla, que não se falava amigavelmente desde os anos 1990.

Dedé estava fazendo um programa de qualidade duvidosa, que era gravado no parque temático do falecido Beto Carrero. Com a morte do cowboy, o show foi cancelado.

Didi faz o "Turma do Didi", que segundo a Globo dá uma audiência aceitável e não tem um ar "antiquado", como poderia ficar uma atração com os antigos Trapalhões trabalhando juntos. E o programa atual de Renato Aragão já contou com "humoristas" do porte de Jacaré, do É o Tchan e Kleber Bambam, Ex-BBB.

Bom mesmo era quando havia gênios como Mussum e Tião Macalé, contracenando com Didi, Dedé e companhia. Esses humoristas vindos do povo nos faziam rir com naturalidade e eram capazes de transformar até mesmo piadas bobinhas em cenas antológicas.

Como nesse vídeo aqui, no qual o melhor é a interpretação dos dois, tanto do texto como das músicas que eles cantam. Tudo isso para "tomar mais duas ampolas do diurético, completar o lance e subir o morro".



"Ôuuu yeáhhhh!"

15 de mai de 2008

Chamada doce e animada

Não te irrita? Quando anunciam na Globo "o doce e animado lar" da Grande Família?

Essa descrição é sem sal que só ela, mas me desperta uma certa irritação. Ainda mais quando sai da boca dos narradores de futebol da emissora. Seja lá qual for a emoção do momento da partida, chamar qualquer trambolho de "doce" e "animado" soa tão vazio que não empolga nem um viciado em anfetamina.

Não estou falando nada sobre o programa em si, mas esse rótulo não combina com o estilo da atração e não diz nada...

Que problema mais tolo, não?

Fez eu me lembrar daquele vídeo que mostra o quanto o texto das chamadas para a Sessão da Tarde são criativas e cheias de CONFUSÃO:

13 de mai de 2008

Cenas do Sofá dos Simpsons

"Os Simpsons" é a série de animação mais longeva da história da televisão e na minha humilde opinão, uma das melhores coisas que já foram produzidas para esse controverso meio de comunicação de massa.

Mas mesmo tendo uma quantidade absurda de episódios, os produtores fazem em cada abertura uma cena diferente da família chegando e sentando no velho sofá marrom.

Aqui vai uma compilação dessas cenas:



E se você ainda tiver paciência, aqui vai uma coletânea dos sofás da 7ª a 15ª temporada:

http://www.idkwtf.com/videos/latest-videos/every-simpson-intro-seasons-7-15

12 de mai de 2008

Vivendo e Apreendendo

A gente vê muita coisa esquisita no jornalismo-express de hoje em dia.

Tudo bem que as pessoas estão cada vez mais apressadas para viver, se relacionar, comer, ver vídeos, infartar no trânsito com o adesivo "Yoga" colado na traseira; e acabam não dando atenção para o que lêem... ou o que escrevem...

Mas, poxa!

A polícia "APRENDEU" 41 kilos de droga?

Bom... isso pode ter sido um erro de digitação, vai.

Ah! Mas confundir uma SANFONA com uma GAITA... isso não é culpa da pressa, hein?

Veja com seu próprio OLHO:
http://noticias.uol.com.br/ultnot/album/080512_album.jhtm?abrefoto=34

E se corrigiram ou saiu do ar, veja aqui:


Vi lá na:
Luiz Pareto